sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Martha Fierro em Reggio Emilia!



Já está a decorrer o tradicional torneio da passagem do ano em Reggio Emilia (Itália), o grupo principal é fortíssimo (com 9 dos 10 participantes com Elos na casa dos 2700 ou lá perto) e é liderado por superestrela Vassily Ivanchuk (2764).
Ele começou o torneio calminho com três empates, um bom arranque teve Paco Vallejo com 2,5 em 3. Também Nigel Short começou bem (depois do descalabro em Londres há duas semanas): ganhou logo duas partidas contra Vugar Gashimov e Alexander Morozevich (um regresso após longa ausência), mas contra o último teve muita sorte, incrível como o russo estragou uma posiçao completamente ganha. Ontem a sorte de Short acabou contra Fabiano Caruana (mesmo assim, este ainda falhou um mate forçado antes de ganhar o final de damas).
Reportagens e análises das rondas 1-3 em http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6914.

A grande e muito agradável surpresa no entanto é a presença no torneio da "Latin Queen of Chess" Martha Fierro Baquero (http://www.marticafierro.com/)! De regresso do Campeonato Mundial Feminino em Turquía ela aparece (no vídeo aqui acima) em todo o seu esplendor no papel de entrevistadora.
Como toda a gente sabe, Martha tem inúmeros fãs no seio do Grupo de Xadrez Alekhine e particularmente neste blogue (ver aqui http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009/09/carlsen-o-mandarim-de-nanjing.html e aqui http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009/09/magnifico.html) e é com emoção que acompanhamos a sua presença nesta nova função, esperemos que seja uma presença diária nos nossos ecrãs!

Para o modesto Vassily Ivanchuk, um dos entrevistados no vídeo, o splendor da Latin Chess Queen foi demais: não aguentando a proximidade de tanta beleza ele simplesmente tapou a cara com as duas mãos, à primeira vista um gesto pouco cavalheiresco, mas compreensivel nestas circunstâncias, dada também a complexa personalidade do génio ucraniano...
Aguardamos com grande expectativa as próximas entrevistas da Martha (já imagino alguns encontros superinteressantes)!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Imagens históricas de Euwe e Alekhine


Nada melhor do que terminar o ano da comemoração do 75º aniversário do match Euwe-Alekhine com filmagens da época.
No site da emissora holandesa VPRO podemos ver imagens das celebrações, imediatamente depois do fim da última partida (http://geschiedenis.vpro.nl/artikelen/44284264/, coluna à direita, primeiro vídeo: "Dr. Max Euwe wereldkampioen schaken -Polygoon...").
Curiosamente, no fim do seu discurso de vencedor Euwe declara não acreditar que vá ser campeão do mundo durante muito tempo... o que se verificou no re-match de 1937 (vídeos nºs 8, 9 e 10).
Para mim o video mais espectacular é sem dúvida o penúltimo da lista ("Dr. Max Euwe Wereldkampioen schaken - Profilti..."): imagens das festividades na rua em 1935 (com aclamações da multidão, música de fanfarras, ambiente tipicamente holandês!) e do jantar de gala no Hotel Carlton, com o pedido oficial (da parte do Alekhine) do match de desforra.
E ainda para terminar o vídeo duma mini-entrevista com Euwe e Capablanca, o último a declarar: "Dr. Alekhine's game is 20% bluff!!"
Imagens históricas, sem dúvida!

Seis vencedores no Groningen Chess Festival 2010


Daan Brandenburg, Illya Nyzhnyk, Sipke Ernst, Mark Bluvshtein, Robin van Kampen e (vencedor por desempate) Dejan Bojkov (na foto da esquerda para direita), todos com 6,5 em 9, foram os primeiros no tradicional torneio em Groningen (Holanda), disputado sempre na segunda quinzena de Dezembro.
No ano passado Nyzhnyk ganhou o torneio isolado com norma de GMI (http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009_12_01_archive.html, post 31 de Dezembro), hoje ele repetiu a proeza, fez a sua terceira norma e é actualmente aos 14 anos o GMI mais jovem do mundo (http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6916).
Festa também para os três holandeses co-vencedores: os jovens Brandenburg e Van Kampen fizeram ambos uma segunda norma de GMI, Ernst já tem o título.
Site do torneio (em holandês): http://www.schaakstadgroningen.nl/

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Natal Digital




(Não queria terminar o ano sem dedicar um post ao administrador e Mister Informático deste blogue, o Exmo. Sr. Reinato... e desta vez vou comportar-me melhor: nada de dirty jokes como em: http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009/10/dirty-joke.html .
Aliás e curiosamente, é também graças aos conselhos do administrador que estou agora a dactilografar no mesmo modelo de laptop HP que foi exibido nesse post do ano passado!)

Este vídeo engraçado foi-me enviado por Carina, formadora no curso de Windows 7 que fiz há uns meses. Apenas engraçado, pois claro que um Dirty Old Chessman (nova alcunha que me agrada: D.O.C. como nos bons vinhos) gostaria de ver um tratamento mais "flesh and blood" e menos catolicamente correcto da história.

Como vemos por exemplo na mini-série italiana "La sacra famiglia", baseada nos Evangelhos Apócrifos e surpreendentemente (aiai se o Papa e D. Policarpo soubessem...) exibida na RTP na semana passada: http://www.youtube.com/watch?v=wQ9di-xsXKw e http://www.imdb.com/title/tt0827738/ .
Nesta obra José (Alessandro Gassman, filho do lendário actor Vittorio Gassman) e Maria (a bela romena Ana Caterina Moriartu) namoram como deve ser (pelo menos até a gravidez dela...) e mais tarde até vemos um encontro do menino Jesus com a sua futura amada (apócrifa) Maria Madalena!
Gostei, sim Senhor!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

el angel de los perdedores

Para equilibrar um bocado o ambiente triunfalista do anterior post (Rini, nada pessoal), eis um tema sobre os outros, aqueles que costumam morder o pó da desvictoria (neologismo recém-nascido, próprio do espírito natalício...)

sábado, 25 de dezembro de 2010

Hou Yifan, a nova rainha do xadrez


Depois de vencer por 3-1 o tie-break contra compatriota Ruan Lufei a chinesa Hou Yifan tornou-se aos 16 anos a mais nova campeã mundial de sempre.

http://www.chessvibes.com/reports/hou-yifan-13th-women-world-champion/#more-33214
http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6896

Tomada de posição da AG da AXL quanto ao art.º36

A Assembleia Geral da Associação de Xadrez de Lisboa reuniu há uns dias para decidir a sua posição em relação ao polémico art.º36 do Regulamento de Competições da Federação Portuguesa de Xadrez e a sua aplicação.
Depois da reunião recebemos por mail a seguinte mensagem que merece divulgação pela importância do assunto.


---------- Mensagem encaminhada ----------

De: Associação Xadrez Lisboa
Data: 22 de Dezembro de 2010 03:28
Assunto: Tomada de posição da AG da AXL quanto ao art.º36 do RC da FPX
Para: Federação Portuguesa de Xadrez


Exma. FPX,
Exmo. Senhor Presidente da FPX,
Exma. Direcção da FPX,

Bom dia,

Na sequência da AG realizada ontem, dia 21 de Dezembro de 2010 nas instalações da AXL, reunida extraordinariamente para o efeito de tomada de posição quanto ao art.º36º do Regulamento de Competições da FPX, juntamos o documento anexo, cujo original depois de assinado e enviado em formato pdf será remetido por correio pelo Secretário da Mesa da Assembleia da Assembleia Geral da AXL, Rui Teives Henriques.

Com os melhores cumprimentos,

Pela AXL

Luís Alves


A Associação de Xadrez de Lisboa (AXL) manifesta desacordo com a interpretação dada, por parte da Direcção da FPX, ao artigo 36º do regulamento de competições, em regime de transição, que entrou em vigor a 1 de Outubro de 2008, o qual tem reflexos na presente época desportiva. De facto, a AXL, em Assembleia Geral reunida para o efeito a 21 de Dezembro de 2010, em Lisboa, considera que para serem possíveis as participações na segunda e primeira divisões dos Campeonatos Nacionais por Equipas (CNE), que o número de jovens elegíveis, que cada clube deveria ter tido na época anterior, ou seja, época de 2009/2010, é de, respectivamente, 8 e 10.

O regulamento é claro, quando refere no seu artigo 36º, nos seus pontos 5 e 6, atendendo a que o seu cumprimento se reporta sempre à época anterior. Deste modo, a quantidade de jovens indicados para a presente época, deveria ter sido efectiva na época de 2009/2010.

Considera ainda, a bem da transparência, que seria clarificador disponibilizar, no sítio da FPX, uma lista ordenada, por clube, onde constasse a identificação dos jovens (e as provas em que participaram) que legitime a sua contabilização para efeitos do cumprimento do referido regulamento.

Cumpre-nos realçar que a interpretação que foi seguida nas épocas de 2008/2009 (0 jovens quer para o CNE 2ª Divisão, quer para o CNE 1ª Divisão, na anterior época de 2007/2008) e 2009/2010 (4 jovens para o CNE 2ª Divisão e 5 jovens para o CNE 1ª Divisão, na anterior época de 2008/2009) originou sanções desportivas a diversos clubes, sendo que a interpretação agora veiculada pela Direcção da FPX conduziria a nova injustiça cometida perante esses clubes.

Assim, esta Assembleia Geral da AXL solicita que a Direcção da FPX reavalie a decisão tomada.

Lisboa, 21 de Dezembro de 2010
O Secretário da Mesa da Assembleia Geral
_________________________________
Rui Teives Henriques

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Armageddon Blitz na Superfinal



00:01 - O árbitro: "Ian, vy gotovy? Sergey, vy gotovy? Pozhaluysta!" - "Ian, pronto? Sergey, pronto? Por favor (podem começar)!"

Desfecho mais dramático era difícilmente imaginável na Superfinal do campeonato da Rússia 2010.
Na última ronda Sergey Karjakin perdeu duma maneira incrível (26...Cxa3??, nervos provavelmente) contra Malakhov o que permitiu Ian Nepomniachtchi (empate com Vitiugov) igualá-lo no primeiro lugar. As duas partidas regulamentares de desempate (25 minutos + incremento) resultaram em dois empates (com Karjakin a permitir um xeque perpétuo na segunda partida em posição muito vantajosa) e logo a seguir veio a sempre terrível partida de "Armageddon Blitz" (6 minutos para as brancas, 5 minutos para as pretas, empate dá vitória às pretas).
Foi claramente um dia não para Karjakin, o sorteio deu a Nepomniachtchi o direito de escolher a cor e obviamente ele optou por jogar de pretas (sem dúvida uma vantagem neste nível de competição). De novo grande vantagem para Karjakin (18. Thg1! em vez de 18. Dd2, vídeo 03:40), mas no fim restou apenas um final de torre contra bispo com o rei negro a conseguir fugir para o canto seguro.
Ian Nepomniachtchi campeão da Rússia 2010!

Reportagens: - http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6893 - http://www.chessvibes.com/reports/first-russian-title-for-nepomniachtchi/#more-33152

Match Euwe-Alekhine foi há 75 anos

Como já referido no primeiro post neste blogue em Maio 2009:
faz agora 75 anos que Max Euwe ganhou o match pelo título de campeão do mundo contra Alexander Alekhine.
No sábado passado houve celebrações em Amsterdam com a presença do actual campeão do mundo Vishy Anand.
Curiosidade! No vídeo Youtube neste link (às 3:20) Anand fala sobre a sua partida (perdida) contra Bacrot há dois meses em Nanjing e sobre as semelhanças com uma partida Euwe-Kupper (Zürich 1954), na altura mencionada neste blogue: http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2010/10/carlsen-e-super-bacrot-lideram-em_24.html ...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Eyjafjallajökull



O assunto da canção no post anterior, aqui "ao vivo" com a música da compositora grega Eleni Karaindrou (banda sonora do filme "Eternity and a Day" de Theo Angelopoulos, Palma de Ouro Cannes 1998). O vulcão islandês foi sem dúvida um dos protagonistas do ano 2010, respeitinho!
http://anacruses.blogspot.com/2010/04/eyjafjallajokull.html

Palpitando o Natal...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Prenda de Natal: "Green Porno" - Isabella Rossellini



Dirty Old Chessman (D.O.C., como nos bons vinhos) a distribuir as prendas de Natal pelos blogues...

A nova série de Isabella Rosselini: "Seduce me" em: http://anacruses.blogspot.com/, post 17 de Dezembro 2010.

E muito mais em http://www.sundancechannel.com/greenporno/

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Afinal Carlsen ganhou de novo em Londres

Apesar de ter sofrido duas derrotas num torneio de apenas sete rondas, Magnus Carlsen ganhou de novo o London Chess Classic, graças à pontuação "futebolística". Ele obteve 4,5 pontos "normais", tantos como Vishy Anand e Luke McShane, mas as suas quatro vitórias (valendo três pontos cada uma) decidiram a questão.
Numa classificação "clássica" Carlsen seria terceiro, pois perdeu contra McShane e contra Anand!
Um sistema de desempate bastante duvidoso então, por outro lado: a decisão de aplicar este sistema, aceite por todos os jogadores, pode ter influenciado a combatividade no torneio, com clara vantagem para Carlsen.
Na sétima e última ronda ele obteve uma brilhante vitória posicional contra Short, enquanto Anand e Kramnik empataram sem grande luta e McShane teve sorte em empatar com Howell.
Carlsen recuperou assim também o primeiro lugar no ranking FIDE, a classificação no final de 2010 deve ser:
1. Carlsen 2814, 2. Anand 2810, 3. Aronian 2805.
McShane foi a grande surpresa do torneio, ganhou 19 pontos e deve ter substituido Nigel Short (que perdeu 20 pontos) como o nº 2 de Inglaterra, atrás de Michael Adams.

Na luta pelo primeiro lugar tudo podia ter acabado de maneira diferente, se Kramnik tivesse ganho a sua partida contra Carlsen na ronda anterior. O primeiro tinha uma posição com vantagem esmagadora, mas entrou num final de bispo e dois peões dobrados na coluna g contra três peões...


...e na posição do diagrama (após 68... Rd3) é muito difícil ver a possibilidade dum "Zugzwang" depois da jogada 69. g5!!
Kramnik jogou 69. Rg3? e Carlsen escapou milagrosamente (análise pormenorizada deste final em http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6876).

Reportagens finais do torneio em:
- http://www.chessvibes.com/reports/carlsen-wins-again-in-london/#more-33005
- http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6875

domingo, 12 de dezembro de 2010

Três lideres no London Chess Classic

Carlsen juntou-se hoje a Anand e McShane na liderança do London Chess Classic, graças a pontuação "futebolística" que dá 9 pontos às suas três vitórias (e duas derrotas).
Também 9 pontos então para Anand and McShane que empataram entre si. O jovem inglês deve estar a jogar o torneio da sua vida: até agora uma vitória e dois empates contra três dos quatro jogadores mais fortes do mundo!
Kramnik empatou com Adams, ele e Nakamura são 4º/5º com 8 pontos.
Continua o calvário do inglês mais "idoso" Nigel Short; hoje ele jogou contra Nakamura uma variante duvidosa do Ataque Marshall ("em desespero", como confessou depois...).

...hard times for Nigel Short...

1. e4 - e5; Cf3 - Cc6; Bb5 - a6; 4. Ba4 - Cf6; 5. 0-0 - Be7; 6. Te1 - b5; 7. Bb3 - 0-0; 8. c3 - d5; 9. exd5 - e4?!; 10. dxc6 - exf3;
11. g3!?

...e ainda por cima foi apanhado por esta jogada surpresa, a teoria dá 11. d4.
De qualquer maneira, já depois da jogada 20. Df5 Nakamura tinha uma vantagem decisiva. Na entrevista "post-mortem" Short cantou(!):
"I'll never sac a pawn again!" (melodia: "I'll never fall in love again" - Bobbie Gentry).
Reportagens da 5ª ronda:
- http://www.chessvibes.com/reports/carlsen-catches-anand-and-mcshane-in-london/#more-32919
- http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6869
Amanhã é o dia de folga no torneio.

Vishy Anand e Luke McShane na liderança

Os jogadores no torneio em Londres continuam a mostrar grande combatividade, se calhar uma consequência... e uma vantagem dum torneio curto de apenas sete rondas!?
Ontem o trabalho artístico acumulado no mês de Natal impediu-me de acompanhar em directo o grande combate entre Anand e Carlsen, o campeão do mundo contra o nº 1 no "Live-ranking".
Carlsen saiu bem da abertura, mas começou a vacilar no meio-jogo:

Aqui 24...Cc5 parece muito bom para as pretas: 25. Ch6+ - Rh8; 26. Df5 - De4!; 27. Cxf7+ - Rg8; 28. Dxe4 - Cxe4; 29. Cfe5 - Bc5, mas Carlsen jogou 24...Be4?!; 25. Dd4 - Bxf5; 26. Cd6 - Dd8; 27. Cxf5 - f6; 28. Td1 - Tc2? melhor 28...Tc7;

29. Ch6+! - gxh6; 30. Dg4+ - Bg7; 31. De6+ - Rh8; 32. Txd7 e Anand ganhou, apesar de algumas imprecisões.
Assim Anand recuperou a primeira posição no Live-ranking e Carlsen desceu para já para o terceiro posto atrás de Aronian que ganhou muitos pontos na Olimpíada e no recente Tal Memorial.
Hoje Anand fez 41 anos e, tal como Nakamura anteontem, ele recebeu uma prenda de Short que no Ataque Grand Prix da Defesa Siciliana quis ganhar um "grand prix" de beleza, mas levou mate...
Ao lado de Vishy Anand na classificação está o surpreendente inglês Luke McShane. Ontem ele empatou um final de torre e bispo (de Kramnik) contra torre após mais de sete horas e meia de jogo e 139 lances, hoje empatou com Adams. Na 4ª ronda ganharam Carlsen contra Nakamura (Defesa Holandesa, variante Leningrad!) e Kramnik (agora 3º com dois pontos e meio) contra Howell. A classificação em pontuação futebolística: 1/2 Anand, McShane 8; 3. Kramnik 7.
Partidas e reportagens 3ª ronda em:
e da 4ª ronda em:
- http://www.chessvibes.com/reports/anand-and-mcshane-share-lead-in-london/#more-32903
- http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6865

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Prenda de anos para Nakamura

Hoje Hikaru Nakamura fez 23 anos e recebeu uma prenda inesperada na segunda ronda do London Chess Classic, oferecida por ninguém mais ninguém menos do que Vladimir Kramnik:
1. Cf3 - Cf6; 2. c4 - e6; 3. Cc3 - Bb4; 4. g3 - c5; 5. Bg2 - 0-0; 6. 0-0 - d6; 7. d4 - Bxc3; 8. bxc3 - De7; 9. dxc5 - dxc5; 10. Ce5 - Dc7; 11. Bf4 - Ch5; 12. Dd2??!! (diagrama)


12...g5 (obrigado); 13. Bxg5 - Dxe5; 14. Tad1 - f6 e 0-1 40 jogadas mais tarde. Até agora um empate e uma vitória para o americano em dois jogos de pretas contra Anand e Kramnik, nada mal!
Grande espectáculo também no jogo Short-McShane numa Siciliana, variante Dragão, com muitas variantes difíceis de calcular, mas afinal uma segunda vitória para McShane.
Carlsen recuparou da derrota de ontem e venceu Adams.
Anand empatou de novo, agora contra Howell e tem de se preocupar, pois nesta prova os pontos são atribuidos como no futebol: 3 pontos para uma vitória, 1 para empate!
Reportagens da 2ª ronda em:

Musas portuguesas


Meu Deus! Primeiro foi a namorada russa de Ronaldo (post 3 de Dezembro) nas paragens dos autocarros, agora são as três musas portuguesas da marca Triumph, multiplicadas por toda a rede do Metropolitano, a toldar-nos os sentidos.
Não há descanso para os olhos do utente dos transportes públicos...

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Luke McShane sensacional contra Magnus Carlsen!


As quatro partidas na primeira ronda do London Chess Classic 2010 proporcionaram um excelente espectáculo na internet, com comentário e vídeo de alta qualidade em directo.
Nakamura, a jogar de pretas, conseguiu empatar um final difícil contra campeão mundial Anand, Kramnik e Adams obtiveram boas vitórias de ataque (a última parte da partida Adams-Howell é um exemplo clássico dum ataque ao rei com sacrifício em h7 até ao mate), mas a grande surpresa foi sem dúvida a vitória de Luke McShane contra Magnus Carlsen.
"McShane parece estar em forma", escrevi no post anterior e parece mesmo. Depois duma Abertura Inglesa bastante original, McShane executou uma "dança de cavalos" e Carlsen perdeu-se nas complicações:

18. Cc6! (diagrama) - Te8; 19. Cb4 - f5; 20. Cc3 - Dc5? melhor 20...e6; 21. Cxa4 - Da7;

22. Ca6! (diagrama) - bxa6; 23. b6 - Cxb6; 24. Txb6 - Tb8; 25. c5! - Be6; 26. Tdb1 - dxc5; 27. Tb7 - Txb7; 28. Txb7 - Da8; 29. Cxc5 - Dc8; 30. Dxa6 com vantagem decisiva para as brancas (1-0, 39).

Partidas e reportagens em:
- http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6856

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

London Chess Classic 2010 vai começar...


O.K., vamos tentar (para variar) acompanhar um torneio de xadrez neste blogue...
O segundo "London Classic" promete, os participantes são 4 jogadores do actual (live) top-10 mundial: Carlsen, Anand, Kramnik, Nakamura e 4 ingleses: os veteranos Adams e Short e os (mais) jovens Howell e McShane (o último parece estar em forma, ganhou há pouco o "Torneio do Cavalo" na Holanda , ver http://www.chessvibes.com/reports/luke-mcshane-wins-3rd-remco-heite-tournament/#more-32497 ).

O site do torneio: http://www.londonchessclassic.com/, também poderemos como sempre acompanhar o torneio em sites como "Chessvibes" e "Chessbase".

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Quase Natal com Irina Shayk


Tive pena da menina lá fora no frio, nos "outdoors" das paragens de autocarro. Aqui no blogue do "Gato" está mais quentinho...

terça-feira, 30 de novembro de 2010

OK Go - "This too shall pass"




Vídeo enviado pelo caro visitante Maestro Paulo #. Genial!

Vê-se melhor (rectificação após comentário Albertus: vê-se MAIOR) no Youtube por causa do formato deste blogue: http://www.youtube.com/watch?v=qybUFnY7Y8w&feature=player_embedded

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

As más palavras, segundo El Negro Fontanarrosa

Na sequência dos posts anteriores, quero partilhar com a malta que costuma entrar neste humilde espaço que diz ser sobre o xadrez, mas também sobre o que é o xadrez sublimado, é dizer, a própria vida (ou vice-versa), este monólogo do entranhável humorista (caricaturista) e grande ser humano, Roberto Fontanarrosa, que não há muito tempo que nos deixou um bocado mais sozinhos (pelo menos ao povo argentino, com certeza)
O tema em questão são mais uma vez, "as más palavras" e a sua implicância no contexto da língua espanhola.
Desde já, tal monólogo podia-se aplicar a todas a línguas do mundo, incluindo o português nosso de cada dia, que há quem tenta dividir em "bom português" e o outro...o mauzinho...
I

II

domingo, 28 de novembro de 2010

Uma necessidade cultural

O colega Alberto tocou no assunto no post anterior: com uma comunidade russofona tão importante em Portugal (também na modalidade do xadrez) torna-se imperativo para todos nós um conhecimento básico de algumas das expressões mais praticadas em russo.
Primeira aula:



Quem gosta (como eu) de aprender um pouco mais sobre este tema pode descobrir que até grandes vultos da cultura russa não se coibiram de meter uns palavrãozinhos nas suas obras, como por exemplo o famoso escritor Mikhail Lermontov num pequeno poema sobre uma situação típica (suponho) nos tempos dos czares:

"Петергофский праздник" (A Holiday in Peterhof, 1834)

Итак, тебе не заплачу я:
Но если ты простая блядь,
То знай: за честь должна считать
Знакомство юнкерского хуя!

And so, I will not pay you
However, if you are a simple blyad' (slut)
You should consider it an honour
To be acquainted with the cadet's khuy (dick)!


(encontrado no site: http://en.wikipedia.org/wiki/Russian_mat)

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Carlsen em Antuérpia


... dentro e fora da belíssima Estação Ferroviária (clicar para ampliar)...




sábado, 30 de outubro de 2010

Carlsen voltou a ganhar Pearl Spring


Magnus Carlsen voltou a ganhar, tal como no ano passado, o Pearl Spring Tournament em Nanjing, voltou também ao primeiro lugar do ranking da FIDE, recuperando a metade dos pontos perdidos no último mês em Khanty-Mansiysk e Bilbao.
O francês Bacrot não conseguiu repetir a boa performance da primeira volta. Na 6ª ronda ele ainda empatou com Carlsen, mas a seguir uma derrota infeliz contra Topalov afectou bastante o seu estado de espirito e ele terminou o torneio com 50% dos pontos no terceiro lugar.
Anand fez a melhor segunda volta e ficou em segundo.
Topalov teve um torneio horrível e podia ter acabado no último lugar: hoje o chinês Wang Yue não deve ter percebido como é que lhe escapou a vitória depois de uma abertura desastrosa de Topalov.
A classificação final:

Carlsen segurou a vitória no torneio já na penúltima ronda com a generosa colaboração de Topalov (diagrama):
Aqui Topalov jogou: 32: Tc3?? (melhor 32. Tc4 - e5; 33. e4 - g4; 34. hxg4 - Cxg4; 35. Txa4 - Cgxf2) e abandonou após 32... Cxf2; 33. Tc7 - C2e4 (0-1).

Гроссмейстер - (O Grande Mestre) 1972

Mais um filme da calma era soivética. O argumento é simples e complexo como a própria Vida:

Direcção: Serguei Mikaelian
Câmaras: Leonid Zorin
Banda sonora: Veniamin Basner

Actores: Andrey Miagkov, Larisa Malevannaya, Emmanuil Vitorgan, Ludmila Kastakina, Mikhail Kozakov, Efim Kopelyan, Nikolay Volkov (pai), Tamara Sovchi, Anatoli Solonitsyn, Vladimir Tatosov, Anna Tveleneva, Roman Filiippov, Peter Shelokhonov, Viktor Korchnoi, Mikhail Tal, Mark Taimanov, Juri Averbach, Aleksandr Kotov 

Para o xadrezista Serguey Khlébnikov, a finalidade do jogo nunca foi a vitoria em si. Emocioanl e alheio ao practicismo, ele ganhava poucos torneios, mas finalmente chega também a sua hora. Ele se converte em vencedor dum Interzonal para o Campeonato Mundial...

Após o exílio de Vitktor Korchnoi, o filme foi proibido e retirado da circulação.



A componente política, embora muito ténue pode-se resumir num dos diálogos do filme entre o actor do papel principal e o "episódico" Viktor Kortchnoi antes do jogo final -

Korchnoi: É mesmo estúpido.. que tudo dependa dum único jogo
Khlébnikov: Tudo depende duma única movida. Tudo. A vitoria, o meu destino, o prestigio de um país...







domingo, 24 de outubro de 2010

Carlsen e Super-Bacrot lideram em Nanjing

Após a primeira metade do Nanjing Pearl Spring Chess Tournament (desta vez, efeitos da crise, sem a presença do vosso repórter "on the spot", ver http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009/09/magnifico.html ) a prova é liderada por Magnus Carlsen (4 em 5), voltando ao seu nível após duas performances menos conseguidas em Khanty-Mansiysk e Bilbao, e o surpreendente Étienne Bacrot (3,5 em 5) que ganhou as suas últimas três partidas, entre as quais um final interessante contra o campeão mundial Vishy Anand.

Na posição do diagrama Anand jogou 42...g5? e perdeu após: 43. Ba6 - g4; 44. Bb7 - e5+; 45. Rd5 - f4; 46. Re4 (1-0)
Segundo os peritos ele podia ter empatado com 42...e5+!, deixando a casa g5 livre para uma eventual entrada do seu rei. A principal preocupação das brancas aqui deve ser evitar um final com apenas peão (peões) h por causa do bispo da cor errada, como aconteceu por exemplo numa partida Euwe-Kupper, mencionada no boletim da ronda no site Chessvibes (partida em
http://www.newinchess.com/_1954___Euwe__Machgielis_M____Kupper__Josef____frac12___frac12__-ig-625852.html )

Uma análise mais profunda deste final Bacrot-Anand em http://www.chessbase.com/news/2010/misc/games/mueller01.htm.
Reportagens com vídeos em http://www.chessvibes.com/

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A neve branca da Rússia (1980) (Filme sobre o Alekhine - em russo)

Encontrei há pouo este filme feito ainda nos tempos da União Soviética (1980) que tenta, à maneira muito acorde àquele período político russo (politicamente correcta) contar sobre a parte mais trágica da vida do exilado campeão mundial Alexandr Alekhine

Filme inteiro http://io.ua/v85ff9c92b1a1db6944e0d74d586cce22

Quem quiser ver o filme com subtítulos, não me importava de o traduzir, é só questão de me facilitarem a parte técnica.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Natalija Pogonina: Chess Kamasutra!


Caro colegas xadrezistas, preparem-se!
Vem aí o livro que vai virar as nossas vidas de pernas para o ar (no sentido figurado e, dependente da condição física de cada um(a), se calhar também no sentido literal!).
- Sexchess: o Kamasutra aplicado às posições mais interessantes das aberturas e do meio-jogo do xadrez!
- Os nossos gurus: a bela GMF Natalija Pogonina (foto), 25 anos, Elo FIDE 2491, primeiro tabuleiro da equipa Rússia-2 na Olimpíada e Peter Zhdanov, 24 anos, marido e manager dela, apresentado como "Candidate Master" (mas o seu Elo actual é apenas 2010, corroborando a minha tese na Revista Portuguesa de Xadrez nº 3, pág. 3: somos todos Candidate Masters!).
Aliás, esta diferença de quase 500 pontos Elo a favor da senhora não deixara muitas dúvidas sobre a questão de quem manda no "sexchess" do casal...

A seguir um fragmento duma entrevista e uns links na Chessbase:

"Could you please tell our readers about your new project "Chess Kamasutra", a very unique subject for a chess book?"
WGM Natalia Pogonina:
"Both chess and Kamasutra originate from India.
In “Chess Kamasutra” I and my co-author Peter Zhdanov will show that it is possible to apply sex principles to chess, and vice versa. We will be reviewing the most interesting openings and middlegame positions and relating them to positions from Kamasutra; surprise our readers by introducing the “love theory” which is extremely effective for developing your chess skills and becoming happy in personal life; share unique trainings in “sexchess”, approbated by ourselves.
Chess Kamasutra is going to be a very entertaining and useful book covering many interesting subjects – we aren’t revealing most of the secrets yet, but one day you’ll be able to see it for yourself."

http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=5501 http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=5523
http://www.chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6730
P.S. Mais uma vez muita emoção para um Dirty Old Man (ver http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2010_03_01_archive.html, post 16 de Março, "She says: "Hey babe, take a walk on the wild side..."

domingo, 10 de outubro de 2010

Sandrine Bonnaire


Como anunciado mais um post sobre Sandrine Bonnaire (pode parecer uma "overdose", mas ao fã tudo deve ser perdoado).
Ontem o filme "Joueuse" foi exibido no Cinema São Jorge, na presença da realizadora Caroline Bottaro e da actriz principal.
Aqui mais dois fragmentos, tirados do site: http://castelmoissac-echecs.fr/spip.php?article254#forum266 .



"La dame est la pièce la plus puissante!" ("A dama é a peça mais poderosa!")




Hoje assisti no bar do hotel Sofitel à apresentação dum livro autobiográfico sobre Sandrine, publicado recentemente...



...com sessão de autógrafos...



Não comprei o livro de Sandrine, mas apresentei para autografar o livro que utilizei nas minhas aulas de xadrez para os reclusos na Penitenciária de Lisboa (entre 1999 e 2002), com o argumento: o jogo de xadrez tem um papel de libertação tanto no filme "Joueuse" (onde uma simples mulher-a-dias encontra a auto-estima graças ao xadrez) como na prisão, onde o jogo proporciona uma "libertação temporária" aos reclusos...


...e a Sandrine concordou (clicar para ampliar)


A seguir vi hoje à noite o impressionante documentário (premiado no Festival de Cannes 2007): "Elle s'appelle Sabine", com Sandrine Bonnaire no papel de realizadora.
Sabine é o nome duma irmã autista de Sandrine. O documentário é uma fortíssima mensagem política contra a ocultação da problemática do autismo.
No vídeo vimos Sabine a tocar duas vezes o "Ave Maria" de Bach/Gounod: primeiro após uma estadia forçada de cinco(!) anos num hospital psiquiátrico (por falta de acompanhamento específico para pessoas autistas) e depois anos antes, ainda em casa.
Segue-se o testemunho de Sandrine.
Uma grande mulher.

sábado, 9 de outubro de 2010

Galegos e xadrezistas


Num dos primeiros posts no seu excelente blogue "Tempo Contado" o escritor José Rentes de Carvalho cita uma afirmação curiosa sobre o povo vizinho dos Galegos:
"São enigmáticos e têm por vezes um comportamento bizarro. Cruza a gente com um galego numa escada e nunca se sabe se ele está a subir ou se vai descer." (http://tempocontado.blogspot.com/2007_01_01_archive.html ).

Ver também http://elhalconnegro.blogspot.es/i2009-8/ , fonte da imagem aqui acima, gentilmente roubada (clicar em Archivo - Agosto 2009).

Na afirmação citada podiamos na minha opinião muito bem substituir a palavra "galego" por "xadrezista", pois ela aplica-se na perfeição aos praticantes da nossa nobre modalidade em geral, começando pelo actual nº 1 português ;)!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Livro sobre jovem Kasparov é e-book gratuito


Num dos meus primeiros torneios em Portugal, no Verão de 1987 em Loures, terminei junto com o jovem talento Pedro Durão no primeiro lugar (mas ele venceu-me no desempate por blitz).
Ambos recebemos do organizador Luís Santos como prémio o seu recente livro sobre o ainda jovem Kasparov.
Ainda considero-o um dos melhores livros sobre xadrez em português e descobri (só?) agora que está disponível para download como e-book em vários sites, por exemplo em http://ebooksgratis.com.br/livros-ebooks-gratis/esportes/xadrez-luis-santos-kasparov-percurso-do-jovem-campeao/

Impensável...


(Ver texto + comentários do post anterior).
Incentivo para os dois alekhinistas que vão participar no perigoso torneio de Estarreja: nada é impossível!
Final da partida Luyks - Strikovic, Odivelas 2001.
Particularidade: neste torneio só havia dois prémios, 1º 1000 euros (200 contos), 2º 500 euros (100 contos) e três candidatos a estes prémios: GMI Aleksa Strikovic, MI Matias Roeder e MI Eugeni Janev, com os jovens Paulo Dias e Diogo Fernando no papel de "outsiders".
O resultado da minha partida contra Strikovic decidiu a classificação do torneio: 1º/2º Janev e Roeder 9 em 11, 3º Strikovic 8 em 11...
Chegar à posição do diagrama contra um GMI já foi um milagre para mim, mas a seguir aconteceu o impensável: 41. Td3+ - Rc6; 42. e4!? why not? nada a perder... - fxe4; 43. Th3 - Th8; 44. Re3 - Rd5; 45. g6 - h5; 46. Tg3 - Td8 após longa reflexão: 47. Tg5+ - Re6; 48. Txh5 - Td3+; 49. Rxe4 - Rxb3?? 49...Td4+ com igualdade, diz o computador; 50. f5+! - Rf6; 51. Th8 - Tb1 what else? 51...Txa3 também perde; 52. Tf8+ - Rg5; 53. h4+! - Rh5; 54. Th8+ - Rg4; 55. f6 1-0

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Torneio Xadrez do Centenário Centro Recreativo de Estarreja (Fundado a 10 de Julho de 1910)

A falta de escassos dois dias, no Centro Recreativo de Estarreja vai se celebrar mais um, dos também escassos em Portugal torneios de xadrez, e ainda por cima com prémios em efectivo (para dar-lhes algo de ar aos profissionais e aos que simplesmente se motivam mais, se há algum prize money). Para não falar em vão, vejam a lista de jogadores  que já confirmaram a sua participação (é dizer, espera-se uma afluência bem mais numerosa).
No que respeita a quem isto escreve, só aspiro a que seja uma grande Festa do Xadrez, e já vou asseverar um prognóstico:

Neste torneio vai sair vencedor... quem faça menos erros crassos, daqueles que nos façam sentir uns burros (com perdão dos nobres Animais).

A seguir o Regulamento da prova

Quem não conhece nada sobre Estarreja, pode dar uma olhadinha AQUI
e também aqui:

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Cerimónia de encerramento da Olimpíada 2010




( Vídeo em ecrã inteiro + resultados finais da Olimpíada em http://ugra-chess.com/) .

P.S. O caro leitor deve ter reparado que neste blogue as reportagens sobre a participação de Portugal na Olimpíada se têm limitado a umas "palhaçadas" no tabuleiro.
Infelizmente não houve muito de positivo a relatar (na minha opinião).

A equipa masculina esteve desastrosa na primeira metade da prova (duas derrotas de 0-4 contra Noruega e Bielorússia e empates embaraçosos contra as fracas equipas de África do Sul e Albânia), na segunda metade houve alguns resultados meritórios (vitória por 3-1 contra a Bélgica e um bom empate contra a Bósnia-Herzegovina), mas o 75º lugar na classificação final foi medíocre.
Individualmente salvaram-se Luís Galego e Rúben Pereira com performances ao seu nível.

A equipa feminina esteve num nível médio durante grande parte do torneio, consequência do "efeito ioiò" (um fenómeno que eu próprio vivi intensamente num torneio no ano 2000, ver http://gxalekhine.blogspot.com/2005_06_01_archive.html ), derrotas contra equipas mais fortes alternadas com vitórias contra equipas mais fracas, mas no fim baqueou: derrotas contra a Moldávia e (sobretudo) na última ronda contra o Bangladesh. No último confronto várias posições "extremamente favoráveis" não foram concretizadas e uma última "palhaçada" aconteceu na partida Leite-Shamima.


Posição após 76. Rh1: empate???

Apuros de tempo sem dúvida, mas com um incremento de 30 segundos por lance não pode ser difícil encontrar a marcha do rei 76...Re3; 77. Cc1 - Re4; 78. Cb3 - Rd3; 79. Cc1+ - Rc4; 80. Ce2 - Be3! com vitória fácil.

sábado, 2 de outubro de 2010

Filme "Joueuse" no Cinema São Jorge

Na próxima semana começa a 11º Festa do Cinema Francês e logo no início (sexta-feira dia 8, 19h30 no Cinema São Jorge) um filme com o jogo de xadrez num papel importante!

"Joueuse" (2009) é a primeira longa-metragem da realizadora Caroline Bottaro, com Sandrine Bonnaire e Kevin Kline nos papéis principais. Os críticos foram divididos sobre a qualidade da obra, mas enalteceram as interpretações dos dois protagonistas. Para mim o local das filmagens também conta: a ilha de Córsega.

Sandrine Bonnaire e a realizadora vão estar presentes na sessão.

Salvação in extremis

Na 6ª ronda da Olimpíada (que termina amanhã) Portugal venceu a Bélgica (3-1) que antes tinha causado uma mini-sensação ao perder apenas pela diferença mínima contra a Cuba, apesar de haver (os quatro tabuleiros somados) uma diferença de mais de 1000 pontos de Elo entre as duas equipas!
No 1º tabuleiro a estrelinha esteve do lado de Portugal na partida Bart Michiels - Luís Galego:

39. Tg3 - Tf4; 40. Rg2 - Re7; 41. Rh3 - Rf6; 42. Rh4 - Tf1; 43. Te3?! cortar o rei das pretas não é a melhor opção aqui... - Th1+;


44. Rg3?? as brancas tinham de reconsiderar, 44. Th3 - Tf1; 45. Td3! deve ganhar: 45...Th1+; 46. Rg3 - Rg5; 47. Td4 ou 46...Tg1+; 47. Rf4 ou 46...Tf1; 47. Td7 etc. - Tg1+, 45. Rf3 - Txg4! ai que dói!; 46. Te8 pois 46. Rxg4 afogado! ou 46. Te4 - Tg5 (ou ...Tg1) = - Rxf5; 47. Tf8+ - Rg5; 48. Tf7 - Th4; 49. Txg7 - Th3+; 50. Re4 - Txb3; 51. Rd4 - Tg3 empate!

sábado, 25 de setembro de 2010

Piloto automático!?

Hoje, tal como ontem, a selecção portuguesa masculina na Olimpíada não conseguiu superar uma equipa teoricamente acessível. Continuando a comparação com o futebol do post anterior: foi 4-4 há três semanas no futebol contra o Chipre e foi 2-2 hoje no xadrez contra a Albânia (Shqiperia em albanês, podia ser um neologismo em português: foi uma esquiperia).

O final dramático a seguir até me fez lembrar o já famoso discurso de Gilberto Madail sobre o "piloto automático"...

Com Portugal a ganhar por 2-1 MI Diogo Fernando (de pretas) tinha que defender esta posição no 1º tabuleiro contra MI Dritan Mehmeti. Parece completamente empatado... e é!
Fernando jogou 74...Rd4, pois 75. f4 - gxf3+; 76. Cxf3+ - Re4 (claro, não 76...Cxf3??; 77. Rxf3 - Re5; 78. Rg4 +-) e não se passa nada: empate; 75. Rf1 - Re4; 76. Rg2 - Rd4??


Foi piloto automático? Qualquer outra jogada do Rei empatava.
77. f4! - Cg6 agora 77...gxf3+ perde: como antes 78. Cxf3+ - Cxf3; 79. Rxf3 - Re5; 80. Rg4 + - mas agora também 78...Re4; 79. Cxe5 - Rxe5; 80. Rh3! (eis a diferença) + -; 78. Cxg4 - Re4; 79, Cf2+ - Re3; 80. Ch3 - Re4; 81. Rf2 - Cf8; 82. Cg5+ - Rd4; 83. Rf3 (1-0).
Instrutivo, mas doloroso (de facto este fragmento não ficava mal na minha colecção pessoal tragi-cómica de palhaçadas no xadrez...).
No ranking inicial tanto a equipa portuguesa masculina como a feminina ocupa a posição 59. Neste momento as senhoras cumprem razoavelmente: posição 54 com um resultado de 50%.
Os homens terão de melhorar a posição 112 que ocupam agora...

A Vingança: Holanda 3 - Espanha 1!

Um pouco de chauvinismo holandês: ontem houve "King Loek"!

Na quarta ronda da Olimpíada começaram a aparecer os primeiros confrontos entre os candidatos às medalhas.
Rússia - EUA 3 - 1 (com um emocionante empate entre Kramnik e Nakamura) e Hungria - China 2,5 - 1,5 (com Judite Polgar em grande forma).
A Arménia ganhou à terceira equipa russa com Aronian a brilhar contra Jakovenko:


38. Be8! - Ca6; 39. Ce5 - cxd4; 40. exd4 - g5; 41. Bxf7!! - Txe5+; 42. fxe5 - Rxf7; 43. Tc6 - Cb8; 44. Tc7+ - Be7; 45. b3 - Ca6; 46. Tb7 (1-0).
A Georgia cilindrou a Noruega (3,5 - 0,5) com Carlsen a perder contra Jobava!
Ainda há sete equipas com quatro vitórias: Rússia 1, Rússia 2, Arménia, Georgia, Hungria, Vietnam(!) e...Holanda!
O xadrezista holandês, amante do bom futebol, não pode ficar indiferente à vitória de ontem contra a Espanha: 3 - 1, com King Loek van Wely a vencer o grande Alexei Shirov!

Shirov jogou 45...a5? (ele devia tentar 45...Ce7; 46. Txg8 - Rxg8; 47. Cxa6 - Cc6; 48. Bb6 - Tb2); 46. Bg4! - Cxf4; 37. Tf5+ (1-0).

Portugal (com mais uns 500 pontos de Elo do que a equipa adversária) decepcionou, não conseguindo mais do que um empate 2 - 2 contra a África do Sul.
A Bélgica quase causou sensação, perdendo apenas tangencialmente 1,5 - 2,5 contra a Cuba... uma equipa com mais de 250 pontos Elo de vantagem em cada tabuleiro!
São os encantos da Olimpíada.
Mais info:

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Carlsen - Galego na Olimpíada!

Não é todos os dias que o melhor jogador de Portugal tem a oportunidade de defrontar o melhor jogador do mundo, mas hoje Luís Galego jogou contra Magnus Carlsen na segunda ronda da Olimpíada em Khanty-Mansiysk (foto publicada no site "xadrez64").
A partida em http://ugra-chess.com/liveboard?gameid=1001020351&ln=en&tmnt=1 .

"Carlsen ganhou com naturalidade" seria um comentário esperado, mas segundo umas primeiras análises com o computador Galego teve algumas oportunidades.

Posição após 10. 0-0: uma Defesa Catalã perfeitamente normal, uma continuação habitual seria 10...b6 e 11...Bb7. Galego jogou 10...e5, o que também é possível.

Posição após 21. e6 - fxe6: aqui Fritz indica 22. Dxe6+ - Rh8; 23. Df7! com vantagem branca, mas Carlsen jogou 22. Rh1(?!) e agora Galego podia ter respondido 22...Txd4!?; 23. Dxe6+ - Rh8; 24. Txd4 - Cc2; 25. Tde4 - Cxe1; 26. Txe1 - Tg8! (Fritz) com igualdade ( 27. De7 - Df2).
Aconteceu 22...Dd5; 23. De3(?!) - Dxa2;

24. Cxe6 (diagrama).
Agora Galego falhou com 24...Txd1?
Segundo o computador as brancas não conseguem vantagem na sequência 24...Te8!; 25. f5 - C4d5; 26. De5 - Te7; 27. Bxd5 - Cxd5; 28. Ta1 - Db3; 29. Txa7 - Tae8; 30. Ta3 - Db6; 31. De2 - Cc7 (...g6!?); 32. Te3 - Cxe6; 33. Txe6 - Txe6; 34. dxe6 - c5 = !
Após 24...Txd1; 25. Txd1 - Dxb2 (ou 25...C4d5; 26. Bxd5 - Cxd5; 27. De5 - Cf6; 28 Td7!); 26. Cd8! já não houve defesa.
Mesmo assim, Carlsen ainda cometeu uma pequena "falha de beleza": em vez de 36. Dxb4(?) ele podia ter dado mate com 36. Dd8+ - Dg8; 37. Df6+ - Dg7; 38. Cf7+ - Rg8; 39. Ch6+! - Dxh6; 40. Bg4! etc.
P.S. Chessbase tem poucas dúvidas sobre a superioridade de Carlsen em todas as fases desta partida: http://chessbase.com/newsdetail.asp?newsid=6690 .
Será que o meu velho Fritz está enganado? O que diz Rybka?

domingo, 19 de setembro de 2010

Anti-problema!?


Ao arrumar a casa deparei-me com uma folha solta duma revista espanhola (já não sei qual). Encontrei a folha em Setembro 1987 algures em Espanha durante uma viagem de autocarro Lisboa-Lyon, uma viagem que fiz quinze vezes entre 1984 e 2002, a caminho das festas das vindimas no Beaujolais.

Na coluna "Ajedrez para todos" aparece o diagram aqui acima, um "problema" do norte-americano William Anthony Shinkman (1847-1933). Pergunta simples: mate em dois.
Pergunta mais invulgar: quantas soluções existem?

Junto com a folha encontrei também uma cópia da carta que escrevi, ainda durante a viagem no autocarro, ao conhecido escritor holandês, mestre e coleccionador de curiosidades de xadrez Tim Krabbé (http://www.xs4all.nl/~timkr/chess/chess.html ), irmão do actor de Hollywood Jeroen Krabbé.
Eu pensava que Tim (que conheci na Holanda nos meus tempos de estudante nos anos '70) podia estar interessado no assunto, mas ele nunca respondeu.
Se calhar vou fazer uma nova tentativa agora através do site dele!

(Aparte: no início dos anos '90 Tim Krabbé ficou rico quando o seu livro "Het gouden ei" foi adaptado para cinema em Hollywood no filme "The Vanishing" (1993, com Jeff Bridges, Kiefer Sutherland, Sandra Bullock), budget 20 milhões de dólares!
No entanto, este filme foi um remake do filme holandês/francês "Spoorloos/L'homme qui voulait savoir" (1988), do mesmo realizador holandês George Sluizer, com um budget dez vezes inferior, mas muito mais aclamado pela crítica.
É que na versão americana existe um "happy ending" que não vem nem no livro nem na versão original!
Eu vi "Spoorloos" em Lisboa, houve pessoas que sairam da sala bastante mal dispostas...
O leitor interessado já tem agora umas pistas para "googlar"!)

Quanto ao "anti-problema": alguém vê mais de 93 soluções!?

quinta-feira, 2 de setembro de 2010