domingo, 28 de novembro de 2010

Uma necessidade cultural

O colega Alberto tocou no assunto no post anterior: com uma comunidade russofona tão importante em Portugal (também na modalidade do xadrez) torna-se imperativo para todos nós um conhecimento básico de algumas das expressões mais praticadas em russo.
Primeira aula:



Quem gosta (como eu) de aprender um pouco mais sobre este tema pode descobrir que até grandes vultos da cultura russa não se coibiram de meter uns palavrãozinhos nas suas obras, como por exemplo o famoso escritor Mikhail Lermontov num pequeno poema sobre uma situação típica (suponho) nos tempos dos czares:

"Петергофский праздник" (A Holiday in Peterhof, 1834)

Итак, тебе не заплачу я:
Но если ты простая блядь,
То знай: за честь должна считать
Знакомство юнкерского хуя!

And so, I will not pay you
However, if you are a simple blyad' (slut)
You should consider it an honour
To be acquainted with the cadet's khuy (dick)!


(encontrado no site: http://en.wikipedia.org/wiki/Russian_mat)

3 comentários:

Albertus disse...

Olá Rini,
estou completamente de acordo contigo. A questão dos palavrões, ou dito mais amplamente, do Calão, sem distinção da língua à que este possa pertencer, para mim (e não só para mim), é inerente ao pulso da própria vida de qualquer sociedade.
Os exemplos da aula que postaste, acho que são completamente suficientes como para que se possa desenvolver naquele habitat onde são usados (estamos a falar dumas 300 milhões de pessoas, mais ou menos, incluindo à malta do espaço pós-soviético).
Dito isto dum modo mais lacónico:
" Vox populi, vox Dei "

Rini Luyks disse...

Então Deus será também um Dirty Old Man!?
Assim eu ficava mais descansado...

Albertus disse...

:))
Não sei quão "dirty" seriam vocês dois, uma vez que somos todos parte de um Todo...