sábado, 9 de outubro de 2010

Galegos e xadrezistas


Num dos primeiros posts no seu excelente blogue "Tempo Contado" o escritor José Rentes de Carvalho cita uma afirmação curiosa sobre o povo vizinho dos Galegos:
"São enigmáticos e têm por vezes um comportamento bizarro. Cruza a gente com um galego numa escada e nunca se sabe se ele está a subir ou se vai descer." (http://tempocontado.blogspot.com/2007_01_01_archive.html ).

Ver também http://elhalconnegro.blogspot.es/i2009-8/ , fonte da imagem aqui acima, gentilmente roubada (clicar em Archivo - Agosto 2009).

Na afirmação citada podiamos na minha opinião muito bem substituir a palavra "galego" por "xadrezista", pois ela aplica-se na perfeição aos praticantes da nossa nobre modalidade em geral, começando pelo actual nº 1 português ;)!

7 comentários:

Albertus disse...

Olá Rini,
graças a este teu post fui a parar aqui
http://www.crtvg.es/TVGacarta/?prog=651

Ver Manolo e Vadzim

Alias, é para vê-lo tudo

Rini Luyks disse...

Made in Galicia, um programa interessante sem dúvida.
E brincadeiras aparte (como no post): os galegos são um povo maravilhoso, imbatível nos convívios.
No Verão de 2007 participei com a Kumpania Algazarra em dois festivais de música na Galiza, Reperkussion e Festival de Xuventud, dos quais guardo as melhores recordações.

Albertus disse...

E, viste aquele programa sobre o teu colega? Eu já vi vários, é mesmo a não perder, os diálogos, num marco bem autóctone, são verdadeira delícia da humanidade...

Rini Luyks disse...

Vi o Vadim, Alberto.
Mas um acordeonista como aprendiz de ferreiro!? Um pouco arriscado para as mãos, não!?
Eu já consegui lesionar-me em Julho com um simples faca de cozinha, agora aqueles ferros todos na forja??
Seria o fim do artista...

Albertus disse...

Deus guarde as tuas mãos, Rini...
Igualmente, aquilo é claramente uma desculpa para criar um ambiente de convívio, onde a comunicação, os diálogos primam sobre o resto das coisas... É como jogar xadrez com os amigos de Alpiarça!

Albertus disse...

Não sei se já o disse algures, mas os caros galegos para os argentinos são o que os alentejanos para os lisboetas. Actualmente, incluso, todo espanhol na Argentina é apelidado de galego, não sem aquela conhecida conotação...

Rini Luyks disse...

Então fiz bem voltar atrás e não incluir a foto do GMI Luís Galego neste post, ele actua com regularidade na América do Sul...