terça-feira, 19 de outubro de 2010

Parte final da decisiva 24ª partida entre Garry Kasparov e Anatoly Karpov ( Sevilha 1987 )

4 comentários:

Rini Luyks disse...

Também já tinha encontrado este vídeo, Albertus; até utilizei-o para uma peça para o website-"Jubileum" do meu clube na Holanda que fez 64 anos em Junho.
As vozes (em holandês) no vídeo são do árbitro principal em Sevilha Geurt Gijssen e "Mr. Chess" comentador IM Hans Böhm.
Eu estive no Teatro Lope e Vega em Sevilha dois dias antes na dramática partida nº 23, ganha por Karpov após um "blunder" de Kasparov (e nesse dia encontrei lá Gijssen na companhia de Najdorf, ele até ofereceu-me uma cerveja, na Holanda jogámos no mesmo clube SMB Nimega)).

Albertus disse...

Olá Rini,
encontrei este vídeo num site russo e me pareceu porreiro para postá-lo no Gato, só depois reparei que já estava no youtube.
Assim que tiveste o privilégio de lá estar naquela altura, uma verdadeiro privilégio!
Parabéns!

Anónimo disse...

Um momento mágico captado em filme, a partida do duplo fianchetto que torna Kasparov um mito, mas isso nem é o mais marcante quanto a mim, senão vejamos:

Acaba de ser decidido um título mundial, o teatro está em aplausos, os organizadores cumprimentam os jogadores que, ao mesmo tempo, tentam assinar as folhas de registo de partida mas, na mente de ambos, nota-se nas suas atitudes que apenas um interesse se levanta acima de tudo o mais, o mesmo interesse comum a qualquer amador - a necessidade de analisar a posição, de descobrir a sua "verdade", de perceber o porquê da tomada de certas decisões que afectam o nosso destino como jogadores e como pessoas...

K&K, dois grandes campeões intemporais, para sempre indissociáveis!

Dervich

Albertus disse...

Grande comentário, Dervich, à altura do acontecimento.