sábado, 13 de março de 2010

Torneio de Xadrez GXA INVERNO 2010 - Vencedor - Pedro Rego!



Finalizou ontem o Torneio GXA INVERNO 2010.

A prova foi ganha pelo jogador de Palma e Arredores, Pedro Rego com 6 pontos de 7 possíveis, produto de 5 vitórias e 2 empates. Idêntica quantidade de pontos obteve o alekhinista Paulo Barbosa que ganhou 6 jogos e só teve que inclinar o seu Rei frente ao vencedor da prova, pelo que teve que se contentar com o 2º lugar. No 3º ficou o jogador do Clube Tap, João Artur Santos.

A última ronda perfilou-se, como é já de público conhecimento, cheia de jogos agressivos e luta sem quartel, registando-se apenas uma média de 2 empatezinhos sobre um total de 13 jogos por cada ronda. Isto é, como tínhamos mencionado anteriormente, num torneio sem prémios em efectivo. Uma bela notícia é que em vez de dinheiro de papel, foi-lhes entregue a todos os participantes um outro papel, papel de LIVROS, ou melhor dito, Livros em papel. Os livros são de temática mui variada, até se poderia dizer, vasta, mas sobre esse pormenor vamos ter um outro POST, prometido pelo nosso sábio colega holandês, Marinus Luyks, que fez a cobertura fotográfica da última ronda.

Aos que ocuparam o pódio e aos que tiveram a preguiça de não o ocupar, os nossos mais sinceros PARABÉNS!


Classificação

3 comentários:

Rini Luyks disse...

Em relação à fotografia ocorreu-me uma possível piada: "A quem pertencerá a sombra a Aguiar por cima dos tabuleiros?", mas aprendi agora que o verbo "aguiar" existe mesmo e quer dizer: fazer tratantadas, trapacear com astúcia...
O português pode ser uma língua matreira, não quero problemas com o dirigente dos jovens alekhinistas!

O post sobre um livro muito particular que encontrei na mesa dos prémios fica par amanhã ou depois. Chamaram-me hoje para uma figuração num filme dinamarquês, se faz favor é para estar no local às quatro e meia da madrugada..., então vou ver se ainda durmo um pouco.

Albertus disse...

Olá Marinus,
fica para quando tu quiseres aquele enigmático post livreiro. Igual de interessante é a tua outra faceta, a de actor de filmes nórdicos...
Já há algum tempo ando a pensar que o nosso GXA é capaz de ser cenário de uma original curta-metragem, nem que seja um filme mudo, embora se actuar o amigo Aguiar, deveria ser mesmo falado!

Rini Luyks disse...

Sem dúvida :)!