terça-feira, 9 de março de 2010

Torneio de Xadrez GXA INVERNO 2010, resumo 5ª - "Al rojo vivo!"


Poder-se-ia dizer que no esperado duelo da 5ª ronda do Torneio GXA INVERNO 2010 houve mais uma surpresa, mas não o vamos dizer assim. Na primeira mesa defrontaram-se o até então líder absoluto Paulo Barbosa e o seu mais próximo perseguidor, Pedro Rego, calhando-lhe ao jovem pretendente ao Campeâo (e com muita probabilidade) sair vitorioso, o que o converte em novo líder do certáme. Já não é uma surpresa que o rapaz do Palma e Arredores "marque golos" aos jogadores de maior ranking que o que ele tem, até porque não há tanto tempo ele também tínha ultrapassado a barreira dos 2200. Pois, o Torneio torna-se assim ainda mais emotivo! Já na 2ª mesa o à partida favorito (por Elo e pelo jogo) alekhinista Paulo Cruz venceu ao até então invicto André Pinto, obtendo assim o direito de provar na ronda seguinte, que tão duradouro será o reinado do novo líder.
Na mesa Nº3, entre João Santos e António Garcia, foi "só" empate, mas conhecendo a ambos os jogadores, acreditamos que não sem antes houver luta.

A 6ª e ante-última ronda, por tanto, promete mais e mais emoção!
Para ainda ter hipóteses de ficar com o 1º lugar, Paulo Barbosa terá que superar ao sempre difícil e tenaz Carlinhos Aguiar que desde a sua experiência faz com que ninguém o conte como ponto fácil. E a batalha mais interessante é, sem dúvidas, a da 1ª mesa:

1. Paulo Cruz(4) ?* - ?* Pedro Rego(4½) ~ Qual será o resultado? Pergunta difícil de responder....


**(os signos de interrogação são mesmo isso - perguntas:))

"Por supuesto", podem dar as suas previsões nos comentários!


7 comentários:

Rini Luyks disse...

Se calhar o maestro Paulo consegue enganar o jovem Pedro com uma daquelas aberturas aparentemente inócuas (como por exemplo contra Vítor Morais na Taça, post 17 de Janeiro!).
Estamos à espera do seu relato...

Anónimo disse...

Fiquei assombrado com o atrevimento do Pedro Rego.

1. e4 c5
2. d4 cxd4
3. c3!

Foi uma grande partida, terminada em grande estilo. (fiz uma copia dos lances para poder analisar em casa :))

O Garcia optou pela caro-kan, e depois de algumas trocas, acordaram um empate.

O André entrou numa variante aguda, esquecendo-se das capacidades de calculo do Paulo, e cedo se viu sem uma qualidade e dois peoes, e pouco depois o jogo.

Mas a grande supresa é mesmo a qualidade das analises do nosso GM luso-russo-argentino da Caparica!

Gabriel

Albertus disse...

Rini, olha que o Paulo+ é um jogador com muitos recursos...:)

Olá Gabriel,
com poucas palavras disseste tanto: é impagável teres lá estado a presenciar tudo...
Imagina a grande ficção que eu faço, ao análisar à distância!:)

Quanto ao resultado de amanhã no primeiro tabuleiro, sigo dividido...será empate?

Paulo disse...

Quanto à ronda anterior, com o Rodolfo, ganhei um peão que costuma ser perigoso mas pareceu-me que naquela posição especifica o poderia fazer e efectivamente fiquei com vantagem. Depois, joguei mal e o meu adversário teve algumas possibilidades de igualar. Consegui adormece-lo e concretizar ao fim de 73 lances...

A seguir, o André parecia eu a jogar: tentando a grande velocidade levar o jogo para uma posição estéril. Mas o que parecia caminhar para um empate fácil, de repente ficou bastante agudo. Haviam várias peças no centro e aparentemente ir-se-ia trocar tudo e esterilizar. Não foi bem assim, com um 'inocente' Clérigo toma Burro provei-lhe que ele estava bastante mal. :)

Paulo disse...

Dei cabo das vossas apostas. O meu encontro com o Pedro não se realizou. :p

Bem, mais ou menos... Caí num barrete teórico e andei ainda vários lances a brincar com Torre a menos, mas isso não conta, certo?

Rini Luyks disse...

Diz o provérbio: "A quem serve a carapuça que a enterre".
O barrete teórico, no entanto, fica sempre melhor enfiado na carola do adversário :) !

Quer dizer que amanhã ao Pedro Rego basta empatar para ser vencedor do torneio, mas cuidado com o Vítor Morais!

Rini Luyks disse...
Este comentário foi removido pelo autor.