quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Entrevista com Jan Timman

A partir de amanhã estará à venda o novo livro de Jan Timman: "Schakers - Portretten" ("Xadrezistas - Retratos").
Mais uma razão para aprender holandês!
http://www.vanstockum.nl/boeken/schaken/schaken-biografie/nl/schakers-jan-timman-9789023471448/

Timman deu uma entrevista na televisão holandesa, pelo meio há algumas imagens históricas interessantes (mesmo para quem não entende a língua).

11 comentários:

Rini Luyks disse...

Concurso (sem prémios): quem descobre a morada de Jan Timman a partir deste filme!?

Beto Eggertchi disse...

Que boa notícia acabas de partilhar, Rini!
Penso que antes de que nós aprendamos o holandês, poderias tu fazer uma óptima tradução do iminente livro timmaniano, por possuíres, além do inegável dom da escrita,
duas importantíssima condições para que essa tradução seja excelente:
És xadrezista e és holandês.
E sabes transmitir o que sentes em PORTUGUÊS.

É ainda és pesquisador, oh investigador incansável:)...
Eu participarei do teu Concurso, e a minha resposta é:
Melpômene.

Rini Luyks disse...

Eu podia de facto traduzir a entrevista, Alberto, como fiz no comentário a um dos primeiros posts neste blogue sobre um "Palhaço do Xadrez alemão", 12 de Maio 2009, http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2009/05/um-palhaco-de-xadrez-alemao.html ... mas primeiro a actualidade no fim-de-semana passado.

Beto Eggertchi disse...

Claro, a actualidade:)
Mas estou-me a referir ao Livro, Rini! Com a ínfima quantidade de literatura especializada (xadrezística e não só!) em português que há...

Rini Luyks disse...

Também ainda não vi uma crítica do livro, mas deve aparecer muito em breve no site Chessvibes (em inglês), o lançamento do livro é hoje, dia 1!

Beto Eggertchi disse...

Afinal, o Concurso já não vai mais?
Eu respondi correctamente.
E proponho o meu próprio Concurso:
porquê é que eu respondi assim?
(fácil, fácil)

Rini Luyks disse...

Melpômene é nome duma musa grega do canto, se não me engano.
Pedi a morada de Jan Timman, não a na-morada, embora esta musa possa muito bem ter um lugar no universo onírico/alucinante de Jan Timman.
(Ele costumava dizer quando perdia uma partida: "Tive uma alucinação!")
Aliás, em princípio não se pode responder a uma pergunta com uma pergunta, muito menos num concurso.
Não faço ideia qual é o topic do teu concurso, Eggertchi!

Beto Eggertchi disse...

A Melpômene foi, de facto, uma das nove musas do famoso coro do terrível Zeus.
Inicialmente ligada à sua actividade "profissional", é dizer, a cantar, experimentou uma mudança de atribuições, convertendo-se em "patroa" do Teatro trágico.

Agora que o penso, possivelmente, a minha resposta pode ser considerar incompleta, porque a minha intenção era fazer uma encriptada alusão ao Teatro em si. Mas como sabemos, o teatro não só está representado pela tragédia, havendo, no mínimo uma outra deusa que faz parte do mesmo, que é a Tália, musa da Comedia...
E como na parte inicial da reportagem, aparece um Teatro (Theater aan de Rijn).
É bom viver ao pé dum Teatro.
O meu Concurso não teve vencedor, ahaha:)), mas também acho ter respondido parcialmente ao teu, induzindo ao júri numa legítima dúvida.
1/2:1/2

Beto Eggertchi disse...

Ah, e faltou-me dizer:
como se vê o nome do teatro...o resto é:

http://maps.google.pt/maps?q=Theater+aan+de+Rijn&hl=pt-PT&hq=Theater+aan+de+Rijn&t=m&z=14

Beto Eggertchi disse...

Grandes pesquisadores pá...
Google's papparazzi pá!

Rini Luyks disse...

Theater aan de Rijn, Rijnstraat 42 em Arnhem. centro-leste do país, certo...mas Timman mora na casa ao lado em cima da loja Some More (roupa para senhoras!), nº 44 então.
Uma surpresa para mim, pensava que ele nunca tinha saido de Amsterdam.