quinta-feira, 21 de abril de 2011

ABERTO DO BRASIL BIENAL PROFESSOR JOÃO BRAGA 2011


Começou ontem um dos mais fortíssimos torneios do Brasil, o Aberto Bienal Professor João Braga.
Entre a lógica dominância numérica dos jogadores brasileiros, não há presença portuguesa, vaga que foi esperavelmente preenchida pelos representantes da Argentina, Paraguai, Venezuela, Peru e incluso do Egipto.

O rating-favorito do torneio é o fortíssimo GM local, Rafael Leitão (2620) que vai com 2 em 2, embora seja muito difícil predizer o devir dos futuros acontecimentos, dado que a concorrência não é pouca, por não dizer, muitíssima. Até porque temos lá, além dos MI's argentinos que são sempre de respeitar, ao nosso amigo e ex-colega de armas, Paulo Barbosa que vai somente a 0,5 do líder, pois torceremos desde este lado do charco por ele e senão por quem jogue o seu melhor xadrez!

Tabela cruzada após a ronda 2


5 comentários:

Rini Luyks disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rini Luyks disse...

Vai ser um prazer seguir as façanhas do amigo Barbosa!
Na terceira ronda ele perdeu... um gambito suíço exagerado!?
Aliás as "rondas" neste torneio chamam-se "rodadas"!? Com muita caipirinha pelo meio?
Na primeira ronda Paulo escapou por uma unha negra, ou até duas unhas negras...
Ver: site do torneio - partidas online - partidas da primeira rodada - partida nº 29.
1) 34...Tb5?; 35. Be8! "petite combinaison" que ganha um peão decisivo (só vi com Fritz, confesso);
2) sem Fritz vi que a última jogada 51...g6? não era a melhor maneira de empatar: 52. fxg6 - Rg7; 53. Bf5! com grande vantagem branca...

Albertus disse...

Olá Rini,
o torneio promete muita, mas muita luta!
A minha dúvida inicial se confirma até agora, o favorito do clube 2600 já cedeu um zero-vírgula, tendo ganho num dos dois primeiros jogos com bastante especulação (visto sem o Fritz) e os totalistas só vão meter mais pressão ao resto (e sobre si próprios também, claro:)

Quanto ao desempenho do Paulo, cá não há nenhum mistério: falta-lhe como sempre, a prática. Se ele conseguir "isquentáh us motoriss" o antes possível, lá vamos vê-lo a lutar com os mais fortes!

Rini Luyks disse...

Afinal o favorito Leitão ganhou isolado com 7,5 em 9, seguido dum quarteto com 7: o egípcio Shoker, o supreendente FM argentino Rodi, o brasileiro Fier e o paraguiano Cubas.
Peformance discreta do amigo Barbosa, 5,5 em 9, mas 100 pontos abaixo do seu "valor nominal" de Elo.
Melhor na próxima.

Albertus disse...

É verdade, decidi não postar nada em particular porque não houve assim tantas surpresas, já que
o representante do clube dos 2600 impôs a sua categoria, coisa que prova de algum modo que a sua supremacia matemática é bem ganha e merecida.
Quanto ao MF argentino Luís Rodi, não é assim tão surpreendente, pois é um jogador de vasta experiência e parece estar em grande forma.

E o nosso amigo Paulo, como disse anteriormente, acusa o mal de todos nós, a falta de actividade constante é brutal, a que faz com que as performances sejam tão irregulares.
Com mais actividade é um MF em potência!